Meretrizes do Medo 14 anos de fracassos

Meretrizes do Medo 14 anos de fracassos

sexta-feira, 12 de março de 2010

Cartunista Glauco e seu filho morrem em SP.

Morreu na madrugada desta sexta-feira (12), em Osasco (SP), o cartunista Glauco Villas Boas, 53, conhecido como Glauco. Ele foi vítima de tentativa de assalto e sequestro em sua residência na Estrada Alpina, no bairro de Santa Fé. De acordo com o advogado, no momento do crime o cartunista descansava em casa com os três filhos e a esposa, Beatriz Galvão.

A casa foi invadida por dois homens armados, que tentaram levar pertences da família e o próprio cartunista. Ao tentar persuadir um dos bandidos armados, Glauco foi alvejado com quatro tiros à queima roupa. O filho dele, Raoni Villas Boas, 25, que chegava ao local, discutiu com os bandidos e também foi atingido por disparos, morrendo a caminho do hospital.

Glauco é conhecido por suas charges publicadas desde 1977 no jornal Folha de São Paulo. Criador de personagens como Dona Marta, Zé do Apocalipse, Doy Jorge, Geraldinho e Geraldão, seu ingresso no jornalismo se deu nos anos 70, graças ao jornalista Hamilton Ribeiro, que dirigia o "Diário da Manhã", em Ribeirão Preto, e tirou o paranaense da fila do vestibular para Engenharia.

* As informações são do UOL Notícias.
http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2010/03/12/cartunista-glauco-e-assassinado-em-osasco-na-grande-sao-paulo.jhtm

Veja a Trajetória desse intrépido desenhista aqui:
http://entretenimento.uol.com.br/album/cartunistaglauco_trajetoria_album.jhtm