Meretrizes do Medo 14 anos de fracassos

Meretrizes do Medo 14 anos de fracassos

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

A ENTREVISTA PERDIDA: Entrevista de Glauber Gleidson Peres para a NHK World


Uma entrevista considerada "perdida para sempre" nos foi revelada neste  fim  de  julho,  na ocasião do aniversário do "Pai" das Heroínas: Uma entrevista que  Glauber  Gleidson  Peres 
concedera à rede NHK em 2008, por ocasião dos 100 anos a Imigração Japonesa ao Brasil.


A sede da NHK em Tóquio (Japão).

A gravação foi feita pelo prórprio Glauber em 1 de Setembro daquele ano - uma segunda feira - no momento em que ela era transmitida via Ondas Curtas à audiência brasileira, temática da data histórica. Glauber Gleidson Peres, comentando sobre sua lendária entrevista à rede NHK: 

"Era última semana de agosto de 2008. Estava passando na TV a Copa Sul Americana de Futebol; semifinal entre o São Paulo  e Fluminense. Tava 2 a 2 e o jogo muito arrastado. Daí o telefone toca. Era a Rieko Yoshiura, secretaria da redação em português da NHK World Radio Japão me procurando para uma entrevista que iria ao ar na semana do Centenário da Imigração Japonesa ao Brasil (hoje vão 106 anos).

Como diria o sábio japonês "Com um olho no bife, outro no gato", acompanhava o jogo do Tricolor do Morumbi contra o Tricolor das Laranjeiras - perda de tempo - ao mesmo tempo em que concedia a entrevista ao reporter Kan Shirai (para minha surpresa ele é PALESTRINO!). Aproveitei a deixa da emissora japonesa para vender meu bacalhau mal-cheiroso para ganhar alguma fama"

Glauber estava finalizando "O Espírito do Pantanal", uma aventura ecológica que só hoje viu a luz do Sol, graça ao pessoal do Grupo GAEF (Grupo Autonomix de Estudos Filosóficos) e do Agatóide, ambos de Pindamonhangaba(SP).




A entrevista foi gravada em fita cassete por Glauber em sua casa, e arquivada para uma futura divulgação da mesma, só hoje, passados 6 anos desta entrevista que foi ao ar naquela segunda-feira, primeiro de setembro, era para ter a compartilhado antes. Mas só agora ,  o fim de julho de 2014, compartilhar este video com a entrevista gravada em uma fita cassete que o "renegado" guarda em suas coisas como uma recordação de um tempo que se foi. Glauber comenta:

"O audio não ajuda. O aparelho que eu gravei estava sujo de poeira e, limpá-lo deu muito trabalho. Afinal, e equipamento era usado e apanhou bastante."


A entrevista está disponível no Youtube para todos ouvirem seu depoimento sobre sua influência japonesa nos seus trabalhos, ainda amadores.